Almería - Orão é uma de nossas rotas mais procuradas - as travessias se esgotam frequentemente durante os períodos de maior movimento.
Dica:Não deixe para depois! Reserve agora para assegurar seu horário de saída

Por que usar
Direct Ferries?

Ferries de 3325 rotas e 764 portos no mundo todo

Mais de 2,5 de clientes confiam em nós

Nós organizamos mais de 1,2 milhões de travessias por ano

Nós verificamos até 1 milhões preços para nossos clientes todos os dias

Para maiores informações, por favor, visite nossa página Ferries de Espanha para Argélia.

A bordo dos ferries

Operadoras de Ferry Almería - Orão

    • 2 Travessias por semana 8 hr 1 min
    • Obter preço

Guia Almería

Almería é uma cidade da Andaluzia, Espanha, localizada no sudeste do país, no Mar Mediterrâneo e é a capital da província de mesmo nome. Atrações na cidade incluem a Alcazaba, que é uma fortaleza medieval iniciada no século 10 e depois destruída em 1522 por um terremoto. O local inclui uma linha tripla de paredes, um magnífico castelo e grandes jardins. Há também a Catedral, que tem uma aparência de fortaleza devido a suas torres, merlões e caminhos protegidos, que foram criados para defendê-la dos piratas do Mediterrâneo. Originalmente projetada como uma mesquita, mais tarde foi convertida em uma igreja cristã, antes de ser destruída no terremoto de 1522. No século 16, foi reconstruída em estilo renascentista, mantendo algumas das suas características defensivas.

O porto de Almería tem conexões com Melilla, Argélia e Marrocos, e também cruzeiros turísticos no Mediterrâneo. Ele também tem uma marina com amarrações para barcos de recreio. Atualmente o porto está sendo ampliado com novas docas e transformado em um porto de contentores para operar o transporte internacional em grande escala e, assim, aumentar o seu tráfego de mercadorias. O porto normalmente se conecta com os seguintes destinos: Acciona: Ghazaouet (Argélia), Oran (Argélia), Nador (Marrocos) e Melilla.


Guia Orão

Oran é uma grande cidade na costa do Mediterrâneo na Argélia, e é a segunda maior cidade do país e está intimamente associada à sua cidade vizinha, Aïn Témouchent. Localizada perto do canto noroeste da Argélia, a cerca de 430 km da capital Argel, é um importante porto e centro comercial, industrial e educacional da Argélia. Oran foi fundada em 903 por comerciantes mouros andaluzes e foi capturada pelos espanhóis sob o Cardeal Cisneros em 1509. A soberania espanhola durou até 1708, quando a cidade foi conquistada pelos otomanos. A Espanha recuperou a cidade em 1732 mas, no entanto, o seu valor como um entreposto comercial tinha diminuído muito, por isso o rei Carlos IV vendeu a cidade para os turcos em 1792. O domínio otomano durou até 1831 quando caiu para os franceses.

Atrações históricas em Oran incluem o Museu Demaeght, que contém exposições de achados arqueológicos pré-históricos de Magrheb. Há também Dar el-Bahia, a Câmara Municipal, Le Theatre, o teatro da cidade, e a Catedral de Sacre Coeur, a igreja lindamente projetada e inaugurada pelos franceses em 1913, e que é uma biblioteca pública desde a independência reivindicada do Oran. O Petit Lac, Palais de la Culture e a Grande Sinagoga de Oran também merecem uma visita.