Ferry Catania a Valletta

A rota de ferry Catania Valletta conecta Sicília com Malta e é atualmente operada por 2 companhias de ferry.O serviço Grimaldi Lines opera até 1 Vezes por semana, com uma duração de cerca de 7 horas 15 minutos de viagem enquanto O serviço Virtu Ferries opera até 7 Vezes por semana, com uma duração de 4 hr 15 min.
Isso significa uma oferta total de 8 travessias semana na rota Catania Valletta entre Sicília e Malta. Compare agora e obtenha a melhor tarifa para o horário que você quer viajar.

Operadoras de Ferry Catania - Valletta

  • Grimaldi Lines
    • 1 Travessia por semana 7 hr 15 min
    • Obter preço
  • Virtu Ferries
    • 7 Travessias por semana 4 hr 15 min
    • Obter preço

Média de Preços Catania Valletta

Os preços apresentados representam o preço médio só de ida pago pelos nossos clientes. A reserva mais comum na rota Catania Valletta é um carro e 1 passageiro.

Guia Catania

Catânia é uma cidade localizada na costa leste da ilha italiana da Sicília, que se encontra no mar Jónico entre Messina e Siracusa. A cidade é conhecida por sua relação histórica com os terremotos e por ter sido destruída por um terremoto em 1693. A cidade também sofreu com as erupções vulcânicas do vizinho Monte Etna sendo que a mais violenta ocorreu em 1669. Em 1434 a cidade abriu a primeira universidade na Sicília e no século 14 e no renascimento, Catânia foi um dos centros culturais, artísticos e políticos mais importantes e prósperos da Itália.

O símbolo da cidade é u Liotru, ou a Fontana dell'Elefante, montada em 1736 por Giovanni Battista Vaccarini. Ele mostra um antigo elefante de pedra com um obelisco egípcio de Syene no topo. A cidade foi enterrada pela lava em um total de dezessete vezes na história, e em camadas sob a atual cidade estão as cidades romanas e gregas que a precederam.

Guia Valletta

A cidade de Valletta é a capital de Malta, um Patrimônio Mundial e é praticamente um museu a céu aberto. A cidade é uma experiência viva da arquitetura barroca, um monumento doado pelos Cavaleiros de São João há quase cinco séculos atrás. Ao longo dos anos, Valletta recebeu imperadores, chefes de estado, artistas e poetas e agora é a sede permanente do governo maltês. A cidade tem um número de cafés pitorescos e bares de vinho e é hoje uma das principais atrações turísticas de Malta, incluindo a majestosa Co- Catedral de São João, os bastiões imponentes e um tesouro em pinturas de um valor inestimável. Ela também fornece um retrato impressionante do grande porto de Malta, muitas vezes descrito como o mais bonito no Mediterrâneo. O cenário único da cidade também é palco de uma série de eventos culturais, de teatro a concertos dos principais cantores de ópera.