Ferry Gdansk a Nynashamn

A rota de ferry Gdansk Nynashamn conecta
Polónia com Suécia. Atualmente há apenas 1 companhia de ferry operando esse serviço, Polferries. A travessia opera até 7 vezes cada semana com duração de travessia de cerca de 18 horas.
As durações das travessias Gdansk Nynashamn variam com frequencia de temporada a temporada, assim, nós aconselhamos que você faça uma verificação em tempo real para obter a informação mais atualizada.

Operadoras de Ferry Gdansk - Nynashamn

Média de Preços Gdansk Nynashamn

Os preços apresentados representam o preço médio só de ida pago pelos nossos clientes. A reserva mais comum na rota Gdansk Nynashamn é um carro e 2 passageiros.

Guia Gdansk

Gdansk é uma cidade que fica na costa do Báltico na Polônia e é a capital da Voivodia da Pomerânia. A cidade está localizada no extremo sul da Baía de Gdansk, na foz do rio Motlawa. Junto com o porto de Gdynia, Gdansk é também um importante centro industrial. Historicamente um importante porto e centro de construção naval, Gdansk foi membro da Liga Hanseática. A cidade também foi o berço do movimento Solidariedade, que sob a liderança de Lech Walesa, desempenhou um papel importante em trazer o regime comunista ao fim em toda a Europa Central.

A maioria das atrações turísticas da cidade estão localizadas ao longo ou perto de Ulica Dluga (Long Street) e Dlugi Targ (Long Market), uma via de pedestres cercada por edifícios reconstruídos em estilo histórico (principalmente durante o século 17) e flanqueada em ambas as extremidades por elaborados portões. Esta parte da cidade é muitas vezes referida como a Estrada Real, uma vez que já foi o antigo caminho de procissões para visitar reis.

Polferries opera o serviço de ferry entre Gdansk e Nynäshamn, ao sul de Estocolmo, na Suécia, com um tempo de viagem de cerca de 18 horas.

Guia Nynashamn

A cidade sueca e porto está localizado no Condado de Estocolmo e está a cerca de 60 km ao sul de Estocolmo. Durante o século 20, Nynashamn tornou-se conhecida como uma cidade termal, embora a maioria das instalações tenham sido fechadas antes do fim da Primeira Guerra Mundial. As principais indústrias chegaram através das Telegrafverkets Verkstäder (as fábricas da empresa telefônica de propriedade do governo) em 1916 e uma refinaria de petróleo foi construída entre 1928 e 1929 pela Axel Ax: son Johnson & Co. O porto hospeda uma festa a cada verão, bem como feiras de artesanato locais. Durante esses eventos um trem a vapor funciona frequentemente em rotas de e para Estocolmo. Durante os meses de verão, o porto está repleto de barcos de todos os tamanhos e agita-se com os visitantes e moradores. Há uma série de restaurantes e boutiques com produtos feitos localmente. A cidade principal é principalmente moderna e os edifícios geralmente desinteressantes.

Do porto, ferries podem ser tomadas para Gotland e Gdansk, na Polônia.