Ile Rousse - Livorno é uma de nossas rotas mais procuradas - as travessias se esgotam frequentemente durante os períodos de maior movimento.
Dica:Não deixe para depois! Reserve agora para assegurar seu horário de saída

Por que usar
Direct Ferries?

Ferries de 3325 rotas e 764 portos no mundo todo

Mais de 2,5 de clientes confiam em nós

Nós organizamos mais de 1,2 milhões de travessias por ano

Nós verificamos até 1 milhões preços para nossos clientes todos os dias

Para maiores informações, por favor, visite nossa página Ferries de Córsega para Itália.

Operadoras de Ferry Ile Rousse - Livorno

    • 1 Travessia por semana 4 hr 30 min
    • Obter preço

Guia Ile Rousse

Ile Rousse é uma cidade na região de Haute-Corse da França na ilha da Córsega. A cidade, fundada em 1758 por Pasquale Paoli, foi originalmente chamado de Isola Rossa, a Ilha Vermelha, devido a cor ocre de uma ilhota rochosa que serviu como um porto natural. Curiosamente, e apesar de a ilha ser francesa, a cidade é uma das duas únicas cidades da ilha que têm nomes franceses - os outros mantiveram seus nomes italianos.

Com uma boa praia ao sul na Plage de Rindara e pequenas ilhas rochosas ao norte, Ile-Rousse tem um cenário esplêndido, o que atrai muitos visitantes. A arquitetura da cidade, que inclui alguns edifícios atraentes, data em grande parte do fim do século 18 e início do século 19. No centro da cidade, na Place Paoli, há um busto de Pasquale Paoli. A praça é aberta para o mar a oeste e tem um mercado coberto agradável. Oferecendo sombra sob os plátanos, é um bom ponto de partida para se aventurar em ambas as cidades antigas e novas.

Do porto da cidade os ferries partem para Nice, Toulon e Marselha.


Guia Livorno

A cidade italiana de Livorno é um porto importante na costa oeste da Itália. Muitos navios de cruzeiro visitam Livorno, porta de entrada marítima para a região da Toscana. A cidade é também um importante terminal de ferry. Muitos turistas visitam Livorno na rota para os principais destinos turísticos da Toscana como Florença, Pisa, Lucca e Siena. Livorno foi concebida como uma "cidade ideal" durante o Renascimento italiano, quando o país era governado pelo Grão-Duque da família Medici. Os principais acréscimos foram projetados pelo arquiteto Bernardo Buontalenti no final do século 16. Como muitas cidades italianas, Livorno já foi cercada por muralhas construídas para proteger os seus cidadãos dos invasores. Muitos desses muros antigos ainda estão intactos hoje e valem bem a pena uma visita.

O porto tem comodidades modernas, incluindo rampas e banheiros e chuveiros para os viajantes. Ele também tem bares, restaurantes, quiosques de serviços de informação, um centro de conferências, bancos e muitos serviços adicionais. Do porto, existem serviços de ferry para Bastia, Olbia, Golfo Aranci, Cagliari e para a Tunísia.