Ferry Lipari a Messina

A rota de ferry Lipari Messina conecta
Ilhas Eólicas com Sicília. Atualmente há apenas 1 companhia de ferry operando esse serviço, Liberty Lines Fast Ferries. A travessia opera até 35 vezes cada semana com duração de travessia de cerca de 1 hora 25 minutos.
As durações das travessias Lipari Messina variam com frequencia de temporada a temporada, assim, nós aconselhamos que você faça uma verificação em tempo real para obter a informação mais atualizada.

Operadoras de Ferry Lipari - Messina

  • Liberty Lines Fast Ferries
    • 5 Travessias Diariamente 1 hr 25 min
    • Obter preço

Média de Preços Lipari Messina

Os preços apresentados representam o preço médio só de ida pago pelos nossos clientes nesta rota. Os preços apresentados são por pessoa.

Guia Lipari

Lipari é a maior das Ilhas Eólias no Mar Tirreno situadas ao largo da costa norte da Sicília. Situa-se entre o Vesúvio e o Etna e está a 30 km da Sicília. A ilha tem pouco menos de 40 quilômetros quadrados e além de sua principal cidade, também chamada de Lipari, a ilha tem quatro outros povoados principais: Pianoconte, Quattropani, Acquacalda e Canneto. A cidade de Lipari é um lugar muito agradável, com belas ruas e perfeito para se locomover. Existem algumas casas históricas e elegantes, assim como uma abundância de habitações mais humildes, com varandas enfeitadas com flores, cebolas e pimentas. A cidade tem uma atmosfera muito alegre e as pessoas locais são muito simpáticas e acolhedoras. Há um monte de lojas que vendem lembranças e comida e bebida locais de boa qualidade. Explorando as ruas de Lipari você vai se deparar com vestígios de história antiga da ilha. Túmulos gregos estão abertos para o céu em um parque (geralmente fechado, mas visível através de cercas). Mas o mais impressionante sítio histórico em Lipari é o castello.

Lipari é a base mais prática para visitar as Ilhas Eólias. Todas as conexões de Fast Ferry da Sicília pararam por aqui, e há uma abundância de barcos e hidrófilos para as outras ilhas.

Guia Messina

A cidade italiana de Messina é conhecida como a porta para a Sicília e com o seu porto sempre foi uma cidade de comércio. Localizado sobre o Estreito de Messina, no nordeste da Sicília, o porto da cidade sempre desempenhou um papel importante no desenvolvimento e prosperidade da cidade. O porto suporta o turismo da cidade e é o lar de ambos os estaleiros comerciais e militares. A cidade tem sido sede da Arquidiocese Católica Romana e Arquimandrita desde 1548 e é o lar de uma feira internacional localmente importante. A cidade também é a casa da Universidade de Messina, fundada em 1548 por Inácio de Loyola. Uma atração importante é a Catedral do século 12, que contém os restos mortais do Rei Conrad, governante da Alemanha e Sicília no século 13. O edifício teve de ser quase que totalmente reconstruído em 1919-1920, na sequência de um terremoto devastador de 1908, e novamente em 1943, depois de um incêndio desencadeado por bombardeios aliados. A estrutura original pode ser reconhecida e a fachada tem três portais góticos, o central provavelmente do século 15.

Os serviços de ferry de Messina operam para Calabria e para Salerno, ao sul de Nápoles.