Ferry Marselha a Orão

A rota de ferry Marselha Orão conecta
França com Argélia. Atualmente há apenas 1 companhia de ferry operando esse serviço, Algerie Ferries. A travessia opera até 1 vezes cada semana com duração de travessia de cerca de 25 horas.
As durações das travessias Marselha Orão variam com frequencia de temporada a temporada, assim, nós aconselhamos que você faça uma verificação em tempo real para obter a informação mais atualizada.

Operadoras de Ferry Marselha - Orão

  • Algerie Ferries
    • 1 Travessia por semana 25 hr
    • Obter preço

Média de Preços Marselha Orão

Os preços apresentados representam o preço médio só de ida pago pelos nossos clientes. A reserva mais comum na rota Marselha Orão é um carro e 1 passageiro.

Guia Marselha

Marselha é a segunda maior cidade da França e está localizada na costa do Mar Mediterrâneo, no sul do país. O porto da cidade é também o maior porto comercial da França. A principal rua da cidade se estende para o leste do Porto Velho (Vieux Port) para o bairro de Réformés. Dois fortes grandes ladeiam a entrada do Porto Velho: Fort Saint-Nicolas no lado sul e Fort Saint-Jean no norte. Mais adiante, na baía de Marselha está o arquipélago de Frioul que compreende quatro ilhas, uma das quais, If, é a localização do Château d'If, que ficou famoso pelo romance de Dumas O Conde de Monte Cristo. O centro de Marselha tem várias zonas pedonais, mais notavelmente a rue St Ferréol, Cours Julien perto do Conservatório de Música, o Cours Honoré-d'Estienne-d'Orves fora do Porto Velho e a área ao redor do Hôtel de Ville.

Quatro empresas de ferry operam rotas de Marseille e oferecem serviços regulares para a Córsega, Sardenha, Argélia e Tunísia. Há quatro terminais separados e estão todos no "gares marítimos sud" (terminais do sul) do distrito. Os Terminais Nacionais Um e Dois servem passageiros de e para a Córsega e a Sardenha, enquanto Terminais Internacionais Três e Quatro servem passageiros de e para a Argélia e a Tunísia.

Guia Orão

Oran é uma grande cidade na costa do Mediterrâneo na Argélia, e é a segunda maior cidade do país e está intimamente associada à sua cidade vizinha, Aïn Témouchent. Localizada perto do canto noroeste da Argélia, a cerca de 430 km da capital Argel, é um importante porto e centro comercial, industrial e educacional da Argélia. Oran foi fundada em 903 por comerciantes mouros andaluzes e foi capturada pelos espanhóis sob o Cardeal Cisneros em 1509. A soberania espanhola durou até 1708, quando a cidade foi conquistada pelos otomanos. A Espanha recuperou a cidade em 1732 mas, no entanto, o seu valor como um entreposto comercial tinha diminuído muito, por isso o rei Carlos IV vendeu a cidade para os turcos em 1792. O domínio otomano durou até 1831 quando caiu para os franceses.

Atrações históricas em Oran incluem o Museu Demaeght, que contém exposições de achados arqueológicos pré-históricos de Magrheb. Há também Dar el-Bahia, a Câmara Municipal, Le Theatre, o teatro da cidade, e a Catedral de Sacre Coeur, a igreja lindamente projetada e inaugurada pelos franceses em 1913, e que é uma biblioteca pública desde a independência reivindicada do Oran. O Petit Lac, Palais de la Culture e a Grande Sinagoga de Oran também merecem uma visita.