Ferry Salerno a Catania

A rota de ferry Salerno Catania conecta
Itália com Sicília. Atualmente há apenas 1 companhia de ferry operando esse serviço, Grimaldi Lines. A travessia opera até 6 vezes cada semana com duração de travessia de cerca de 13 horas.
As durações das travessias Salerno Catania variam com frequencia de temporada a temporada, assim, nós aconselhamos que você faça uma verificação em tempo real para obter a informação mais atualizada.

Operadoras de Ferry Salerno - Catania

Média de Preços Salerno Catania

Os preços apresentados representam o preço médio só de ida pago pelos nossos clientes. A reserva mais comum na rota Salerno Catania é um carro e 2 passageiros.

Guia Salerno

Salerno está localizada no Golfo de Salerno, no Mar Tirreno e é uma cidade e capital da região de Salerno, na Itália. A cidade situa-se perto da costa de Amalfi e é talvez mais conhecida por ser o lar da primeira escola médica do mundo, a Schola Medica Salernitana. Dentro da cidade os visitantes podem caminhar ao redor para explorar as atrações, a maioria das quais estão localizadas perto do centro da cidade. Há muitas ruas pedonais bonitas e grandes praças que podem ser facilmente explorada a pé. Os ônibus públicos da cidade também podem ser usado para passeios na cidade e além. Aqueles que têm um carro podem conduzir ao redor, o tráfego não é um problema e há estacionamento disponível na maioria das áreas.

Salerno está localizado no centro geográfico de um triângulo apelidado Triângulo Turístico do 3 P (ou seja, um triângulo com os cantos em Pompeia, Paestum e Positano). Essa peculiaridade dá características turísticas especiais a Salerno assim comoos muitos outros locais de interesse turístico, como o Lungomare Trieste, o Castello di Arechi, o Duomo e o Museo Didattico della Scuola Medica Salernitana.

Guia Catania

Localizada na costa leste da Sicília, Catania é a segunda maior cidade da Sicília e encontra-se no Mar Jônico, sob a sombra do Monte Etna, ou "A Muntagna" como os locais se referem a ele. O Monte Etna está sempre presente e tem grande parte tanto na história como na existência real da Catania. Em várias ocasiões, erupções vulcânicas destruíram a cidade, a mais devastadora aconteceu no século 17. Em 1669 Catania estava coberta de lava e, apenas 24 anos mais tarde em 1693, um terremoto sacudiu a cidade até os alicerces. Situado na extremidade da praça da cidade, a Catedral dedicada a Santa Agata, a santa padroeira da cidade, fica no local de uma igreja do século 11 que foi quase totalmente destruída na erupção de 1693. A sua substituição é uma impressionante estrutura imponente, barroca, que incorpora algumas colunas romanas retiradas do anfiteatro. Estes não são os únicos elementos romanos, por baixo estão alguns banhos romanos. No interior, o tema barroco continua com várias capelas ornamentadas e um afresco que lembra o terremoto 1693. Bellini, filho mais famoso de Catania, está enterrado aqui, como também (em forma de cinzas) três reis aragoneses: Frederick II, Louis e Frederick III.